Campanhas

Cuidados básicos para não estragar o seu verão

A estação mais esperada do ano chegou com toda sua força e luminosidade. Praia lotada, dia ensolarado, e a descontração típica que só no verão a gente vê. Mas, nesta época que coincide também com o período de férias, muita gente não se preocupa com nada que não seja apenas divertimento e relaxamento.

Por isso, os especialistas alertam todos os anos, para os cuidados que devemos ter nesta estação. As orientações são simples, mas cuidar da nossa saúde e ainda ter determinadas precauções, especialmente com a nossa pele, fazem toda a diferença neste verão. Além de preservar nossa saúde sem que tenhamos de nos privar das delícias que o verão oferece. Uma delas é justamente o horário de exposição ao sol.

Nos dias mais quentes, recomenda-se frequentar antes das 10h e depois das 16 h. A grande maioria das pessoas, infelizmente, não respeita estas recomendações. A exposição aos raios ultravioletas neste horário é tão intensa que pode causar manchas na pele e mais do que isto, câncer de pele. Por isso, olha só as minhas dicas para você se prevenir e aproveitar ao máximo suas férias sem correr riscos.

Dicas para manter a pele saudável
A pele deve estar sempre bem hidratada, porque a insolação também é um perigo. Mesmo nos horários recomendados é importante, se você estiver na praia, que você dê alguns mergulhos, frequente os chuveirinhos que ficam nos calçadões e mantenha sempre a pele hidratada. Após o banho de mar, é fundamental a aplicação de hidratantes que devem ser passados em todas as partes do corpo antes de se deitar.

Também é recomendável a utilização de soro fisiológico. Lembra-se daquela garrafinha de água? Pois ela deve estar ao seu lado durante todo tempo, viu? A ingestão de líquidos é obrigatória! Beba pelo menos dois litros por dia.

Os protetores solares devem ser usados não só nas praias, mas em caminhadas, ou em qualquer momento de exposição ao sol. Existem várias numerações de diversas marcas para todo tipo de pele. Busque aquele produto que seja realmente de qualidade e mais de acordo com a cor de sua pele. Quanto mais clara você for, maior deve ser a numeração, pois oferecerá mais proteção.

Lembre-se que o protetor solar precisa ser usado sempre, pois sua pele está exposta aos raios ultravioletas mesmo no dia a dia em atividades corriqueiras, como ir ao mercado, fazer compras etc. A prevenção é o cuidado maior que você deve tomar nos dias quentes do verão. Siga as recomendações dos especialistas e aproveite ao máximo esta estação tão linda!

Fonte: Clube da Lu

FakeNews

Para combater as Fake News sobre saúde, o Ministério da Saúde, de forma inovadora, está disponibilizando um número de WhatsApp para envio de mensagens da população. Vale destacar que o canal não será um SAC ou tira dúvidas dos usuários, mas um espaço exclusivo para receber informações virais, que serão apuradas pelas áreas técnicas e respondidas oficialmente se são verdade ou mentira.

Qualquer cidadão poderá enviar gratuitamente mensagens com imagens ou textos que tenha recebido nas redes sociais para confirmar se a informação procede, antes de continuar compartilhando. O número é (61) 99289-4640.

Para conferir algumas notícias falsas, basta entrar no link abaixo:

portalms.saude.gov.br/fakenews


Fonte: portalms.saude.gov.br/fakenews

Campanha de Doação de Sangue


Doar sangue é um ato de amor com o próximo e de responsabilidade social. Isso porque todos os dias milhões de pessoas em todo mundo passam por algum tipo de problema de saúde que tem a necessidade da transfusão sanguínea. Mas, nem sempre encontram sangue compatível ou suficiente para o procedimento.


No Brasil, estima-se que 1,6% da população doe sangue, sendo destes, mais de 50% de forma espontânea. Esse é um bom número, mas ainda não o suficiente. Vários postos de coleta por todo o país sofrem com a falta de banco de sangue principalmente dos mais raros, comprometendo a saúde de diversas pessoas que se encontram em estado de urgência no hospital.

De acordo com a OMS (Organização Mundial da Saúde), somente 62 países possuem seu total de fornecimento através de doações voluntárias, sendo o restante dos 34 países ainda dependentes de doações familiares ou pagas.

Por isso as campanhas de doação de sangue são tão rotineiras e incisivas em todos os meios de comunicação, pois mesmo com tantos pedidos e informações ainda falta muito para as pessoas se conscientizarem da importância da doação.

Veja como fazer para ser um doador:

Exigências para doação:

– Gozar de boa saúde
– Ter entre 16 e 69 anos (a partir dos 60 anos só pode doar quem já tiver doado sangue alguma vez antes dessa idade)
– Ter peso mínimo de 50kg
– Estar descansado (ter dormido pelo menos 6 horas nas últimas 24 horas)
– Estar alimentado (deve-se evitar a ingestão de alimentos gordurosos quatro horas antes da doação)
– Apresentar documento original com foto, que permita o reconhecimento do doador, emitido por órgão oficial (Carteira de Identidade, Cartão de Identidade de Profissional Liberal, Carteira de Trabalho e Previdência Social).


Quem não pode doar:

– Ser menor de 16 anos ou ter mais de 69 anos
– Possuir peso inferior a 50 kg
– Apresentar anemia no teste que é realizado imediatamente antes da doação
– Apresentar com hipertensão ou hipotensão arterial na hora da doação
– Apresentar aumento ou diminuição dos batimentos cardíacos na hora da doação
– Tiver febre no dia da doação
– Estar grávida
– Estar amamentando, a menos que o parto tenha ocorrido há mais de 12 meses
– Ir acompanhado (a) de uma criança menor de 13 anos para o hemocentro e sem a presença de outro adulto que possa acompanhá-l0 (a) após a doação.

Após a doação:

– Após a doação é necessário ficar sentado por no mínimo 15 minutos e comer e beber o lanche que são oferecidos.
– Nas primeiras 24 horas após a doação é necessária a ingestão de líquidos para ajudar na reposição do volume de sangue perdido.
– Não ingerir bebidas alcoólicas por 24 horas
– Não fumar por 2 horas
– Não se deve subir rampas e escadas nem fazer qualquer tipo de exercício exaustivo nas primeiras 12 horas após a doação. Isso porque existe o risco de o doador apresentar fraqueza, tontura ou até desmaiar. Caso utilize o braço puncionado nesse esforço, poderá ter sangramento ou hematoma no local da punção
– O curativo no local da agulha deve ser mantido por no mínimo quatro horas. Caso volte a sangrar, pressionar o local por 2-5 minutos e então trocar a curativo, que deverá permanecer por mais quatro horas.
– No caso do doador ter algum mal-estar pós a doação, o hemonúcleo deve ser informado imediatamente.
– Se o doador achar que seu sangue não deve ser utilizado para transfusão por algum motivo que não foi dito durante a doação, também deve entrar em contato com o centro de coleta para que o sangue seja descartado.
– Informar qualquer situação que possa comprometer a amostra e a segurança da transfusão para os pacientes que recebem o sangue.



CLIQUE AQUI E VEJA QUAL O HEMOCENTRO MAIS PERTO DE ONDE VOCÊ MORA E SALVE UMA VIDA <3


Fonte: Doutor Na Medida e Atribuna

Solicite uma cotação, tire dúvidas ou dê sugestões. Entraremos em contato o mais rápido possível.

+55 (11) 3159-1414 / (11) 3159-3150
contato@delnunesseguros.com.br

SOLICITAR UMA COTAÇÃO